quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Première


Acordei e decidi: vou fazer um blog. Evidentemente, isso foi há mais de um mês, e eu fiquei esse tempo todo enrolando. Sou muito mais planejadora que realizadora (popularmente conhecido como: não faço nada). Pois bem, o que é necessário para um blog? Um nome, um plano de fundo, textos e leitores. O nome foi um parto, todos os que eu escolhia já estavam sendo usados ou nomeavam entidades que “sonham com um mundo formado pela igualdade, com saúde, educação e oportunidade de desenvolvimento para todos”. Sem aviso, surgiu “Hiperbolicidades” em minha cabeça, inspirado na hipérbole (figura de linguagem, não conceito matemático, por favor) por motivos óbvios. O plano de fundo é esse, porque foi esse que eu consegui colocar. Os textos serão de minha autoria, e terão qualidade e temática questionáveis. Os leitores... ah, os leitores! O sonho de qualquer um que se arrisca a escrever alguma coisa. Se forem poucos eu finjo que são muitos, e fica (quase) tudo certo.

Considerações importantes:
  •  NÃO serão servidos amendoins após cada leitura;
  • Os textos REALMENTE serão sobre os assuntos mais variados. Essa é a maior verdade, não desconfie disso, jamais;
  • Posso, eventualmente, achar que está tudo muito ruim e, para poupá-los, parar de escrever;
  • O sucesso ou o fracasso do blog serão destinados ao Caio, que deu a entender que só riria dos textos se eles fossem engraçados, e não ridículos.

2 comentários:

  1. Adoro hipérbole! ;)

    Boa sorte com o blog, Cazóts! Sempre que postar algo me dá um toque, tá? Gostei mto do template :D

    te amo! <3

    ResponderExcluir
  2. Gostaria dos amendoins, mas tudo bem né..

    ResponderExcluir